Já Provou o Vinho Fermentado de Saquê?

Elaborado pelo famoso enólogo francês Pascal Marty é o único vinho produzido com leveduras japonesas de saquê.
Essas leveduras são um verdadeiro tesouro Japonês que permitem a vinificação em temperaturas muito baixas que as tradicionais.

O enólogo francês Pascal Marty (nome de peso no mercado global de vinhos) veio ao Brasil para lançar um varietal Sauvignon Blanc elaborado com leveduras japonesas de saquê e fermentado a baixíssima temperatura. São os Viña Marty Goutte d’Argent nas opções Chardonnay e Sauvignon Blanc.

Sobre Pascal Marty

Nascido na França, o enólogo Pascal Marty vive há muitos anos no Chile e é apaixonado pela cultura japonesa e pelo saquê. Por conta das semelhanças na produção dessa bebida e do vinho, ele sempre quis fazer uma experiência com as leveduras japonesas, que precisam de temperaturas baixíssimas para fazerem seu trabalho durante a fermentação.

Graças ao importador de seus vinhos no Japão, que é também mestre de produção de saquê, Marty se aproximou de empresas locais e ingressou na Sake Producer Association. Ele é o único ocidental a fazer parte da instituição e a ter acesso ao catálogo de leveduras que são desenvolvidas por ela.

Em 2018, ele conseguiu importar um lote para o Chile e iniciou os experimentos. “Fermentamos um mosto de Sauvignon Blanc da vinha de Leyda, entre 5ºC e 7ºC e muito lentamente. Esse cuidado gerou um vinho com muito volume de boca e aromas bem concentrados”, explica o enólogo. As leveduras trouxeram ao vinho algumas características florais encontradas nos saquês, especialmente uma sutil nota de rosas. “É um vinho que lembra a pureza original”, ressalta Marty.

Curiosidade:

O enólogo francês Pascal Marty, conhecido pela criação de vinhos icônicos do Chile como o Almaviva e o Opus One, veio ao Brasil, em Brasília no dia 1º de fevereiro de 2019 para a avant-première de seu Sauvignon Blanc. O vinho, ainda não tinha nome nem rótulo e o lançamento oficial ocorreu no Japão em junho de 2019.

Por Daiana Teixeira Maia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?