Já viu festa junina sem vinho?

São João é comemorado em 24 de junho. O que isso lembra? Festa junina e vinho quente. Vinho muito quente 🍷🍷🍷🍷🍷

A festa junina é marcada pelas roupas caipiras, pelas bandeirinhas, pela música, pela fogueira, pela quadrilha, e, é claro, pelas comidas e bebidas típicas! E é aí que entra o vinho 🍷🤩

Primeiro, vamos às comidas. Churrasquinho de carne, frango ou linguiça. Pastel. Pipoca. Cachorro quente. Pinhão. Espiga de milho. Sim, tudo isso faz parte dessa festa, e não pode faltar, para não ter reclamação!

Mas, e os doces? Ah, os doces… Pipoca doce, bolo de milho e de fubá, curau, pamonha, canjica, pé-de-moleque, paçoca, maçã do amor, cocada e arroz doce. Não há regime que resista a essas gostosuras.

🍇Você Sabia?
Que o seu arroz doce pode ficar MUITO mais gostoso, com vinho espumante e chocolate branco? Sim, é verdade!

E para beber, quais as opções? Sem falar no suco de milho, e no chocolate quente, que é sempre bem-vindo em noites frias, uma boa festa junina tem, é claro, quentão e vinho quente!

Quentão é o nome dado a duas bebidas diferentes. No sul do país, quentão é feito com vinho tinto e infusão de canela. Mas no resto do Brasil, quentão que é quentão é feito basicamente com cachaça, açúcar, gengibre, limão, cravo e canela.

E o vinho quente? É uma deliciosa combinação de vinho, açúcar, frutas e especiarias. Cada um tem uma receita, é claro. Vou deixar uma receita de Vinho Quente Especial no final do artigo 👇🏻

🍇Uma surpresa:
Para quem acha que vinho quente é coisa de brasileiro, que tal conhecer o Glühwein, o vinho quente europeu? Essa pode ser uma boa ideia para surpreender seus convidados.

🍇Uma curiosidade:
Você já ouviu falar na festa de São João do Porto, que acontece em Portugal, na véspera do dia de São João, e que é conhecida como a “noite mais longa do ano”, por lá?

🍇Uma outra curiosidade:
Reparou que boa parte do cardápio da festa junina é baseada em milho? Não é coincidência, não. É que a festa coincide com a época da colheita desse grão.

🍇E uma última curiosidade:
O termo “festa junina” vem do termo “festa joanina”, em homenagem a São João, mas também está relacionado ao termo “festa junônia”, festividade pagã da Antiguidade que celebrava a colheita, prestando uma homenagem à deusa Juno, da mitologia romana.

Depois de tudo isso, o que mais a gente pode fazer? Desejar a todos, uma boa festa junina, com um bom vinho quente🍷🍷

Vinho Quente Especial

Se você acha que vinho quente é tudo igual, ainda não experimentou essa receita… Uma excelente dica para festas juninas, e também para receber os amigos em dias frios…

  Rendimento:

6 pessoas

 Ingredientes:

.  1 garrafa de vinho tinto seco (750 ml)
.  1 ½ xícara (de chá) de açúcar
.  6 pedaços de canela em pau
.  12 cravos-da-índia
.  casca ralada de 1 laranja
.  casca ralada de 1 tangerina
.  casca ralada de 1 limão
.  casca ralada de 1 lima-da-pérsia
.  1 maçã cortada em cubos
.  1 xícara (de chá) de água

 Modo de Preparo:

Coloque todos os ingredientes em uma panela, e leve ao fogo. Deixe ferver, em fogo baixo, por 10 minutos. Sirva quente, em canecas com alça.

 Harmonização:

Todos os quitutes típicos de festa junina combinam muito bem com vinho quente, é claro!

Por Daiana Teixeira Maia

2 comentários em “Já viu festa junina sem vinho?”

  1. Denise Loureiro Badaraco

    Oi, Daiana. Vou dar uma receita do quentão gaúcho para experimentares.
    1 garrafa de vinho tinto
    2 pauzinhos de canela
    6 cravos
    1 xícara de chá de açúcar
    1/2 garrafa de cachaça
    1/2 litro de água
    Misture a água, o açúcar, a canela e o cravo e deixe ferver, até reduzir a água pela metade. Acrescente o vinho é a cachaça e deixe esquentar bem. Sirva quente em noites muuuito frias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?